O Que Fazer em Belmonte, Bahia: Os 12 Melhores Passeios e Atrações da Região

Está pensando em fazer uma viagem com a família para Belmonte, mas não consegue decidir o roteiro? Vem com a gente que vamos te dar dicas sobre o que fazer em Belmonte, Bahia.

De fato, Belmonte é um daqueles pequenos paraísos para quem quer desbravar um local fora da capital.

Portanto, aproveite e curta um passeio em um lugar cheio de história, com praias paradisíacas ideais para a tranquilidade dos visitantes.

Vamos ver o que você pode fazer em Belmonte, Bahia, para aproveitar a região ao máximo! Confira!

Praia de Belmonte, paraíso além de Porto Seguro

Praia de Belmonte
Crédito: VALDIR EDUARDO CODINHOTO (Flickr)

Ao chegar, você recebe as boas-vindas pelo guaiamum gigante, o caranguejo instalado na praça principal da cidade.

Esculpido pelo artista plástico Miguel Bustos, encanta os turistas que visitam a mais movimentada praia da Bahia, lugar por onde também passam trios elétricos no carnaval.

Com a praia de mesmo nome, Belmonte é uma cidadezinha no sul da Bahia com praias admiráveis que fica a cerca de 70 quilômetros de Porto Seguro, trajeto que teve a estrada asfaltada somente no ano de 2000.

A cidade que homenageia a cidade natal do navegante Pedro Álvares Cabral faz divisa com Mascote, Canasvieiras, Santa Cruz de Cabrália e Itapebi.

E é uma das quatro localidades brasileiras em que se pode encontrar uma árvore da Mata Atlântica que está ameaçada de extinção, a Buchenavia hoehneana.

1. Farol de Belmonte

Farol de Belmonte
Crédito: Ivana Marques (Flickr)

Na década de 1940, o mar recuou 1.500 metros de água. Como os baianos têm o costume de dizer, o mar “arretado” contou com diversos outros deslocamentos ao longo dos anos.

Assim, por causa disso, o farol acabou ficando ali, bem no meio do centro da cidade.

Há quem diga que o Farol de Belmonte original, na verdade, havia sido encomendado na França, em 1892, – pela mesma empresa que construiu a Torre Eiffel.

Além disso, era para ter sido entregue na cidade de Belmonte, em Portugal, mas acabou chegando na cidade de Belmonte, na Bahia.

2. Museu do Azeite

Museu do Azeite
Crédito: Turismo Centro de Portugal (Flickr)

Continuando a exploração de pontos históricos, o museu é pequeno, mas proporciona uma breve viagem pela história do azeite.

Ideal para fazer sozinho, a visita é rápida e auto explicativa, já que junto aos equipamentos que servem para a fabricação do azeite no passado, contam identificações e descrições.

Ao término do passeio, pode-se provar três espécies de azeites diferentes, um tipo de patê de olivas.

3. Ecomuseu do Zêzere

Ecomuseu do Zêrere
Crédito: Turismo Centro de Portugal (Flickr)

Historicamente, a princípio, a família Cabral era a mais importante de Belmonte.

Sendo grandes proprietários, eles construíram um celeiro em frente ao solar que ficou conhecido como “Tulha dos Cabrais”.

De fato, a construção está sólida sobre um afloramento granítico.

Mas, sofreu apenas algumas remodelações ao passar do tempo, a mais evidente a instalação das rampas de acesso.

Localizado na Rua Pedro Álvares Cabral, o museu apresenta a história do Rio Zêzere instalado na antiga Tulha dos Cabrais. O visitante acompanha todo o percurso do rio, desde a sua nascente até a foz.

Na apresentação, é possível conhecer os elementos da fauna e flora que são mais característicos. Além disso, o museu conta com uma ala de exposições temporárias, onde ocorrem frequentemente exposições.

4. Centro histórico de Belmonte: Belmonte além das praias

Centro Histórico de Belmonte
Crédito: João Antonio (Flickr)

O surpreendente patrimônio arquitetônico de Belmonte é bastante preservado e curioso –  possui estilos que se misturam, desde o colonial até o neogótico.

O centro de Belmonte abriga diversas edificações coloniais com traços mouros evidenciados.

Assim, podemos citar o Sindicato Rural de Belmonte, do final do século XIX e o Sobrado com mirante – de três andares, construído em 1897, com o brasão da Coroa Portuguesa.

O Sobrado oferece uma visão parcial da cidade, do rio Jequitinhonha e de fazendas de cacau, e a Prefeitura Municipal, do início do século XX.

Dica: se você é um amante da poesia brasileira, não pode deixar de visitar a Biblioteca Municipal Sosígenes Costa, situada nas proximidades da praça da Bandeira.

5. Rio Jequitinhonha

Rio Jequitinhonha
Crédito: Marcelo Silva (Flickr)

Dependendo da época do ano, o Jequitinhonha carrega argila para as suas margens, fazendo com que os solos fiquem avermelhados.

Desta maneira, ele adquire uma umidade que é propícia à abundância de crustáceos, fato que deu à cidade o apelido de “capital do guaiamum”.

O Rio de águas barrentas se aproxima do mar seguindo por entre os incontáveis coqueiros da paisagem.

De fato, Belmonte é cercada de belíssimas praias – como praia de Mogiquiçaba, praia do Mangue Alto e praia do rio Jequitinhonha.

Além disso, a cidade lembra os turistas dos bons tempos do cultivo do cacau no Brasil, no final do século, pois possui muitos casarões coloniais.

6. Praia de Mogiquiçaba

Praia de Mogiquiçaba
Crédito: Kelson Souza (Flickr)

A Praia de Mogiquiçaba tem acesso pelo rio Preto ou Sucuruiuba, semente amarela, na língua tupi.

O vilarejo que dá nome à praia chama-se vila de Mogiquiçaba.

Dessa forma, é o ponto ideal para praticar o windsurf e o surfe, além de ser uma das praias mais apropriadas para os pescadores que apreciam a pesca de rede e de molinete.

E é também um lugar excelente para os amantes de tartarugas – que desovam por lá em região protegida pelo IBAMA.

O contraste do tom barrento da água combina com a areia dourada e chama a atenção.

Os peixes que nadam pela paisagem magnífica da Praia de Mogiquiçaba são cação, escada e arraia.

À medida que o passeio acontece, através de uma lancha, pode-se observar a exuberância dos rios Pardo e Jequitinhonha passando por seus manguezais, ilhas fluviais e barras.

7. Praia da Caieira

Praia de Caieira
Crédito: Kelson Souza (Flickr)

Considerada um dos lugares mais bonitos de Belmonte, ironicamente, quem rouba a cena é o manguezal, se tornando a principal atração da Caieira.

Ali, também encontramos caranguejos, guaiamuns, aratus e “chama-maré”, uma espécie minúscula que vive na areia quando a maré está baixa.

O caminho que leva ao manguezal é o caminho do Bairro Biela ou da própria Praia do Mar Moreno.

8. Praia da Barra Sul, Boca da Barra ou Praia Sul

Praia da Barra Sul
Crédito: Márcia Valle (Flickr)

A praia, que concentra os melhores luaus da região, é conhecida pelos três nomes e é o ponto de encontro do mar e do rio, tendo a sua localização a 2,5 quilômetros do centro de Belmonte.

Se você é um dos turistas apaixonados por banho de rio, não pode deixar essa visitação fora do roteiro.

Grande parte da forte reputação da Praia da Barra Sul se dá devido às suas ótimas condições de banho tanto no mar quanto no rio.

Ao longo do leito do rio existem fluviais como Coroa Grande. Uma dica é escolher os meses entre abril e setembro, que é quando a altura do Rio ainda está baixinha.

9. Praia do Rio Preto: a praia do sossego em Belmonte, Bahia

Praia do Rio Preto
Crédito: Leonidas Assis (Flickr)

A localização afastada (e estratégica!) da Praia do Rio Preto é a praia ideal para os visitantes que querem ficar longe do burburinho e estão em busca de silêncio e sossego.

Essa é a praia mais distante de Belmonte, ficando a cerca de 17 quilômetros do centro, em uma região onde as ondas são muito calmas.

Os banhistas são atraídos não apenas pelas boas condições do banho de mar, mas também em virtude da imensa extensão de coqueiros que acompanham a areia.

10. Barco Royal Charlotte

Barco Royal Charlotte
Crédito: Majestic Marlin Brasil (Tripadvisor)

Conhecido pelos pescadores profissionais do sul da Bahia, o Royal Charlotte é considerado um dos 20 melhores pesqueiros do mundo, o paraíso do marlin azul, peixe eternizado no livro “O Velho e O Mar”, de Ernest Hemingway.

Um pesqueiro é o barco subaquático, um tipo de terraço submarino, distante cerca de 40 milhas da foz do rio Jequitinhonha.

O Royal Charlotte também é conhecido pelos pescadores esportivos.

A região é tudo de bom, por isso, ela é considerada o melhor ponto de pesca da costa baiana. Nela, foram descobertos recifes de corais e os bancos de rodolitos. Para chegar até lá, é só você alugar um barco de pesca.

11. Rio Passuí

Rio Passuí
Crédito: valdir siqueira (Flickr)

O rio Passuí é conhecido por ser a ligação entre o rio Pardo, em Canavieiras, e o rio de Jequitinhonha, em Belmonte.

Neste caminho se encontra a Barra do Peso, local onde os pescadores esportivos praticam a pesca do robalo e camping selvagem em meio a uma paisagem paradisíaca.

Fazendo a travessia pelo rio Jequitinhonha, é possível acessar o rio Passuí enquanto curte um passeio no cais de Belmonte.

O trajeto do barco passa por entre os canais estreitos, ladeados por manguezais e coqueirais. Para fazer o passeio, você pode entrar em contato com umas das várias empresas que providenciam barcos e guias para os passeios.

12. Costa do Descobrimento

Costa do Descobrimento
Crédito: Anna Carolina Negri (Flickr)

A Costa do Descobrimento fica localizada na área que compreende os municípios de Porto Seguro, Santa Cruz Cabrália e Belmonte, e é uma zona turística. Situa-se entre a Costa das Baleias e a Costa do Cacau.

Sendo o segundo destino turístico do Estado e o maior parque hoteleiro da Bahia, a Costa do Descobrimento conta com uma imensa diversidade de paisagens com praias propícias para a prática de esportes náuticos, rios caudalosos e de água limpa, restingas e manguezais preservados.

Beleza e cultura em um só lugar

Agora que você já se informou sobre o que fazer em Belmonte Bahia, sabemos que a cidade exibe vários passeios divertidos, interessantes e diferentes para curtir.

Dessa forma, esperamos ter conseguido ajudar você a escolher por onde começar.

Caso tenha tempo e esteja com uma condução ágil, vale a pena conhecer pelo menos um pouquinho de cada um dos pontos turísticos que indicamos para você.

Se estiver com o tempo apertado, escolha o que você mais curtiu e aproveite muito a viagem.

Perguntas e Respostas

Qual a melhor praia de Belmonte, Bahia?

A melhor praia de Belmonte é a Praia do Mar Moreno. A praia é a mais requisitada pelos turistas que visitam a cidade e tem esse nome devido à sua cor escura e sabor doce, devido à água que deságua do Rio Jequitinhonha ao norte.

Qual a população da cidade de Belmonte, Bahia?

Segundo os dados do IBGE, a população de Belmonte é de cerca de 23.214 habitantes.