O que fazer em Caraíva? Os 10 Melhores Passeios e Atrações da Região

A pergunta que não quer calar: o que fazer em Caraíva? Se você foi convidado para passar uns dias no vilarejo baiano, mas não faz a mínima ideia sobre o que fazer em Caraíva, este post é para você.

De fato, a vila, no litoral sul da Bahia, possui um clima rústico e o encanto da cidade do interior, que muitos turistas amam para passar as férias.

Mesmo que a luz elétrica tenha chegado à região, a cara de vilarejo de outros tempos continua lá.

Isso porque a luz elétrica é restrita às casas e comércios, e foi colocada debaixo da terra, a pedido dos moradores, justamente para não ter poste e fiação atravessando o cenário.

Então, se você pretende viajar para a vila de Caraíva à beira-mar, mas não sabe o que fazer, nós vamos te ajudar!

Entre alguns pontos turísticos, como a Praia de Caraíva e a Praia da Barra, há também bons lugares para comer e beber nesse paraíso litorâneo.

Continue conosco para mergulhar nesse cenário rústico e charmoso de Caraíva!

Sobre Caraíva, um dos melhores pontos turísticos da Bahia

Sobre Caraíva
Crédito: Fe_barbosa (Flickr)

Um vilarejo rústico, pé na areia, situado a 70 km do aeroporto de Porto Seguro, bem no litoral sul da Bahia. Assim é Caraíva, um paraíso no nordeste brasileiro, entre um rio e o mar, que desembocam na Barra de Caraíva.

Assim, a vila cercada por casinhas coloridas, sem aquele emaranhado de fios elétricos (porque, como dissemos neste post, a luz elétrica foi colocada debaixo da terra, a fim de preservar o cenário bucólico da vila), deixam a certeza de um lugar encantador.

Quem entra em Caraíva vai entender porque lá a vibe é “deixa a vida te levar”, já que ninguém tem hora para nada.

Desde restaurantes e lojinhas, quase ninguém tem uma hora definida para abrir ou fechar os estabelecimentos. Isso vai depender do tempo, do movimento, da disponibilidade, etc.

Parece estranho para quem está acostumado com regras e horários da cidade grande, mas alguns dias por lá e você vai sentir uma ponta de inveja, isso sim!

Lá também está a Igreja de São Sebastião, tombado como Patrimônio Histórico de Caraíva, Bahia.

Agora que você entende um pouco sobre o que é Caraíva, chegou a hora de conhecer os principais pontos turísticos desse lugar paradisíaco. Vamos juntos!

O que fazer em Caraíva, Bahia? Dicas das melhores praias do vilarejo

Chegou a hora de mergulhar nas belezas de Caraíva e conhecer as principais atividades desta vila. Você vai perceber que o ritmo deste lugar é fantástico demais para não aproveitar.

Segue nossas dicas de praias!

1. Apreciar o sol na Praia de Caraíva, a primeira da lista sobre o que fazer em Caraíva

Por do sol na praia
Crédito: Nina Edelweiss (Flickr)

A Praia de Caraíva é como é chamada a faixa de areia que fica entre a Ponta da Barra e a Ponta do Corumbau.

A propósito, apenas uma ponta da areia é chamada de Praia da Barra, que é marcada pelo encontro entre o mar e o rio Caraíva.

Assim que você chegar, vai ver alguns bares e pousadas que servem ótimos drinks e aperitivos à beira-mar, como o Coco Brasil, Bar da Praia e Cores do Mar.

Os preços nem sempre são convidativos, mas é uma boa estender sua canga na areia e apreciar o sol e as águas.

Inclusive, a pousada Cores do Mar também é uma loja de roupas, artesanatos, jóias em prata e camisas estampadas com a temática que é a cara de Caraíva. Vale a pena conhecer!

2. Tomar banho de rio ou mar na Praia da Barra, uma das melhores praias brasileiras

Praia do Porto da Barra
Crédito: José Luiz Gonzales (Flickr)

A Praia da Barra, como já mencionamos, é onde acontece o ponto de encontro entre o mar e o rio Caraíva.

Você pode tomar banho de rio ou de mar, depois sentar nas cadeiras ou deitar na areia para admirar o pôr do sol em Caraíva.

Enquanto isso, os quiosques dispostos pela areia tem pescadores que servem petiscos e bebidas aos turistas.

A cor da praia depende de como está a maré. Na maré baixa, o rio inunda o mar e deixa a água mais escura; já na maré alta, é a vez do mar tomar conta do rio e fazer as águas ganharem tons mais claros. Uma verdadeira mágica!

A Praia da Barra é um daqueles lugares para contemplar e esquecer os problemas, o que é um belo convite para o que fazer em Caraíva. Deixa a vida te levar mesmo nessa viagem!

3. Fazer passeio de canoa na Praia do Satu

Praia do Satu
Crédito: Cleidson Santos (Flickr)

Protegida por corais que formam lindas piscinas naturais, e emoldurada por incríveis falésias, a Praia do Satu fica a 4 km ao norte da vila de Caraíva.

É possível tomar banho na água doce da Lagoa do Satu e aproveitar para saborear os petiscos do rústico Bar do Satu ou do Lounge Satu Beach Club.

Para chegar nessa praia, você pode caminhar pela areia durante a maré baixa, mas não é recomendável, devido às correntezas.

Ainda assim, quem quiser arriscar, poderá fazer caminhada e curtir, pelo caminho, outras praias, como a Praia do Lontra e a Praia do Camarão.

Além da lagoa de água doce, a Praia do Satu é vizinha da Lagoa do Mucaba, com água salgada. Ambas são ótimas para um banho maravilhoso.

Há também outra opção, que é seguir de canoa pelo rio Caraíva, levando, em média, 40 minutos de percurso.

Não deixe de consultar a tábua das marés, que ajuda viajantes a descobrir o melhor período para fazer passeios na maré baixa.

4. Deslizar de boia pelo Rio Caraíva

Deslizar de boia no Rio Caraíva
Crédito: Caroline Pedreira (Flickr)

Um dos passeios a fazer em Caraíva e que é símbolo da vila é a descida de boia pelo rio Caraíva.

Você embarca em uma boia na Prainha (uma pequena praia de areia) e pode deslizar com boa velocidade, a depender da maré.

O desembarque fica próximo da foz do rio e é bem emocionante! Na Prainha, também é o ponto de encontro dos amantes de um belo pôr do sol.

Contudo, a descida de boia e o pôr do sol não são os únicos atrativos do rio Caraíva; por lá, você pode visitar a Praia do Espelho e a Ponta do Corumbau de barco ou a pé.

Caso esteja de buggy, você consegue visitar a Ponta do Corumbau também. Os buggys param na beira do Rio Corumbau, e lá você pode fazer atravessar de volta com os barquinhos disponíveis.

5. Admirar a natureza na Praia do Espelho, uma das praias mais bonitas entre a vila de Caraíva e Trancoso

Praia do Espelho
Crédito: Nailton Barbosa (Flickr)

A Praia do Espelho é um dos mais fantásticos destinos litorâneos da Bahia. Localizada entre Trancoso e Caraíva, a Praia do Espelho garante piscinas naturais que são uma delícia, além de falésias multicoloridas.

Mas uma coisa que ninguém pode deixar de fazer em Caraíva – se tiver sorte – é “flagrar” os famosos espelhos d’água que se formam na praia. Isso ocorre durante a maré baixa e com pouco vento.

O momento raro e que justifica o nome da Praia do Espelho pode ser contemplado observando a tábua das marés.

Além da Praia do Espelho há também a Praia dos Amores, ambas conectadas por uma fina camada de areia que some na maré alta.

Quem gosta de caminhar bastante, pode fazer a travessia a pé na Praia do Espelho e passar pela Praia do Satu, até subir no alto das falésias. Imperdíveis!

6. Visitar a famosa casa de Caraíva (Bahia), um dos principais pontos turísticos do vilarejo

Casa de Caraiva
Crédito: Alexandre Bezerra (Flickr)

A gente não poderia deixar de fora da nossa lista sobre o que fazer em Caraíva, a visita à famosa casa que dá as boas-vindas aos viajantes.

“Sorria, você está em Caraíva”.

Essa é a frase que todo  mundo encontra gravada na casa verde. Localizada na Rua do Cruzeiro, entre a orla do rio e a praia, essa simpática casa da vila de Caraíva é um convite, sem dúvidas, para uma boa foto.

Para encontrá-la no mapa, saiba que ela é registrada como Caraíva Republic. A partir de lá, você encontra o bar Coco Brasil e pode curtir o momento com o pé na areia.

7. Comprar artesanato na Aldeia Pataxó de Barra Velha

Aldeia Pataxó
Crédito: Igor Sirrudo (Flickr)

Em um território pataxó, fica o povoado de Barra Velha, a 7 km ao sul do vilarejo de Caraíva. Pelo nome, os turistas podem achar que se trata de uma aldeia indígena tradicional. Ledo engano.

Os bares e mercados são comandados pelos moradores, que vivem em casas de alvenaria. Ou seja, exatamente como você, certamente, verá nos lugarejos fora dali.

Falando nisso, os nativos de Caraíva moram na Aldeia Pataxó ou em Nova Caraíva, enquanto a parte melhor dedicada aos visitantes fica na Vila de Caraíva.

Sobre os preços da venda do artesanato, saiba que são mais econômicos do que em outro local, além da variedade que agrada bastante.

A parada na Aldeia Barra Velha costuma ser feita por turistas que chegam de buggy após um passeio pela Ponta do Corumbau.

8. Fazer passeios de buggy na Ponta do Corumbau

Ponta do Corumbau
Crédito: Mario Cesar Bucci (Flickr)

Já mencionamos sobre os passeios de buggy até o Rio Corumbau, não é? Vale destacar aqui que Corumbau é uma vila próxima de Caraíva e que os barquinhos na beira do rio custam R$10 (ida e volta).

Os buggys são de responsabilidade dos índios, que também são excelentes guias turísticos. Eles contam curiosidades sobre o local e tiram fotos também.

Mas já vai preparando o bolso, porque o passeio de buggy não fica por menos de R$100.

No entanto, o preço é tabelado e sempre tem uma guarita para confirmar o valor da tabela para todos os visitantes.

Apesar de o preço ser salgado, o passeio vale muito a pena. Aproveite para apreciar a região durante o trajeto.

9. Dançar no Forró do Pelé ou no Forró do Ouriço

Dançar Forró
Crédito: TheaRomitiphotos (Flickr)

Depois do bate/volta entre as praias de Caraíva e de comer o melhor da comida do vilarejo, muitos viajantes gostam de conhecer a vida noturna do litoral da Bahia.

Nesse quesito, há dois locais em Caraíva: Forró do Pelé e o Forró do Ouriço, ambos apresentam o forró pé de serra na rua principal. A animação segue por altas horas.

No entanto, se você não curte muito esse tipo de ritmo musical, pode se aventurar pelos bares de Caraíva com música ao vivo, como os que têm no Beco da Lua.

Veja mais nos próximos tópicos.

10. Comer e beber nos melhores restaurantes de Caraíva

Bar de Caraíva
Crédito: Eder Braz (Flickr)

A gastronomia é outro destino inesquecível de muitos turistas quando planejam a viagem ao litoral baiano. Aliás, experimentar a culinária regional e as iguarias típicas da cidade tornam a viagem muito melhor.

Que o diga os viajantes que fazem parada nos restaurantes de Caraíva. A variedade de lugares para comer e beber e os pratos desse vilarejo são de dar água na boca.

Então, após uma caminhada pelas areias da Praia de Caraíva ou passeio de buggy no Corumbau, o negócio é ir ao Boteco do Pará para saborear um pastel de arraia ou experimentar o cardápio vegetariano do Cantinho da Duca.

Já à noite em Caraíva, experimente o risoto com cebola caramelizada do restaurante Caraíva Cachaçaria ou, se preferir o bom churrasquinho e hambúrgueres, pode gostar do Beco da Lua, que tem várias barraquinhas por lá.

São muitas opções de onde comer em Caraíva, por isso vamos destacar no próximo tópico.

Onde comer em Caraíva, na Bahia?

Restaurante em Caraíva
Crédito: Piero Brustin (Flickr)

Caraíva, como já vimos, tem bares e restaurantes para comer o melhor da culinária baiana.

Mas, se além das praias, você também gosta de conhecer um pouco melhor as opções para almoçar, jantar, ou comer um petisco, selecionamos os melhores lugares de Caraíva para você. Veja só!

Café da manhã em Caraíva

  • Cantinho da Duca: a Duca é responsável pelas pinturas das casas que você encontra pelo caminho de Caraíva. No seu Cantinho, além de ser um atelier, também oferece um delicioso café com um doce, cuja receita é um mistério;
  • Maria Bahia: imagine uma mesa farta de frutas, pães, smoothies, pão de queijo, etc? Na Maria Bahia o café da manhã é tão sagrado quanto as outras refeições, então é tudo caprichado mesmo.

Almoço e jantar em Caraíva

  • Boteco do Pará: o carro-chefe é pastel de arraia, mas o Boteco do Pará, à beira-rio, também conta com outros quitutes, como pastel de camarão e moqueca de banana e camarão. Para beber, cai bem uma caipivodka de frutas;
  • Manga Rosa: o restaurante é famoso pelas iguarias frutadas, como o camarão com creme de manga, camarão com purê de banana, e a farofa cítrica como acompanhamento da garoupa com purê de batata roxa.

Há também petiscos praianos, para quem prefere um cardápio tradicional. Sua filial-bistrô fica no Beco da Lua;

  • Barraca Nativa em Corumbau: aperitivos variados servidos à beira-mar, com preços razoáveis e ambiente agradável. Pense em como é bom comer petiscos enquanto aprecia a vista sentada em sua cadeira.
  • Culinária Central: restaurante que funciona para almoço e jantar em Caraíva. Longe do movimento à beira-rio ou beira-mar, a Culinária Central oferece pratos feitos (PF) de carne e peixe. O cardápio é variado e tem desde filé de peixe ao molho de alcaparras a vegana moqueca de banana da terra;
  • Cantinho Mineiro: um pedacinho de Minas Gerais em uma das praias mais charmosas da Bahia. Lá você terá não só o sabor mineiro como também frutos do mar e o tradicional arroz com feijão.

Outros bons restaurantes em Caraíva

  • Bar do Porto: charmoso, à beira do rio, o Bar do Porto oferece crepes e pizzas à lenha, tudo ao som de música ao vivo, para quem ama uma vida noturna;
  • Mangue Sereno: para os apaixonados por comida italiana, o Mangue Sereno tem opções diferenciadas, como o ravioli recheado de damasco, banana da terra ou abóbora. Há outros pratos também, como carne e peixes;
  • Caraíva Cachaçaria: com ares de botequim tradicional, a cozinha conquista o público com um delicioso cardápio, que inclui burgers gourmet, penne ao ragu, spaghetti do mar e sanduíches na focaccia;
  • Nhoqueria Caraíva: outro que funciona para almoço/jantar, a Nhoqueria, como o próprio nome entrega, é especializada em nhoques de tudo que é sabor. Tem nhoque de batata roxa, de batata doce, de baroa/mandioca, além de diferentes molhos que você pode escolher. Entre eles, molho de camarão rosa, sugo, funghi, bolonhesa, etc;
  • Jardim Sushi: se o teu forte é comida japonesa, tem um lugar escondido em um quintal tranquilo da beira-rio. É o Jardim Sushi, com um cardápio variado, desde sushis a ceviches.

Bônus: La Bodega

Não é bem um restaurante, mas sim, um bar de vinhos. Você pode se sentar em uma das mesinhas ao ar livre e escolher frios ou uma pizza para acompanhar a bebida da casa.

Viu como tem ótimas opções para comer e beber em Caraíva? De comida regional a comida de outras regiões, a vila atende a diferentes gostos.

Então, se ainda tinha dúvidas sobre o que fazer em Caraíva, já sabe que comer bem é uma delas. Porque sim, comer bem pode ser considerado uma atração à parte na viagem.

Onde ficar em Caraíva? Dicas de melhores pousadas

Pousada em Caraíva
Crédito: Mospital (Flickr)

Há boas opções de hospedagem para quem pretende ficar em Caraíva por dois dias ou mais.

Desde pousadas à beira-rio a casas dos próprios moradores que viram albergues, o que não falta é lugar para se hospedar por lá.

Abaixo, fizemos uma seleção de pousadas para facilitar sua viagem, confira!

Na beira-rio e na beira-mar

  • Coco Brasil: à beira-mar, você encontra a Coco Brasil, uma pousada charmosa a 3 km da beira-rio, saindo pelos fundos. Isso compensa a falta de piscina no local. A pousada também tem seu próprio bar da praia (ver ofertas);
  • Casa Pitanga: assim que estreou, a Casa Pitanga ganhou nota máxima pelo site Booking. A qualidade e o serviço atencioso renderam frutos e é uma das melhores opções de hospedagem;
  • Pousada Lagoa: uma das mais antigas pousadas de Caraíva, a Lagoa conserva a vibe do local de 20 anos atrás. Pertinho da beira-rio, a pousada tem ar condicionado, sessões de ioga e acomodações em chalés (ver ofertas);
  • Pousada Casinhas da Bahia: tradicional, a 200 metros do ponto de onde chegam as canoas, a Casinhas da Bahia chama a atenção por suas ‘platibandas’, que são formas geométricas nas portas e janelas (ver ofertas);
  • Pousada da Barra: um dos pontos privilegiados de Caraíva, perto do rio e de frente para o mar. Apesar de ser um casa de praia ela parece mais uma fazenda;
  • Vila do Mar: luxo, playground para crianças, quartos compactos e ar condicionado. É uma das mais requintadas pousadas de Caraíva. Se estiver com bom orçamento, não deixe viver essa experiência em Vila do Mar (ver ofertas).

Casas de temporada em Caraíva

Há diversos tipos de casas de temporada em Caraíva, das mais simples às mais luxuosas. Tem para todos os gostos e perfis.

Basta pesquisar para descobrir a disponibilidade, os preços e ofertas de melhores casas para alugar na sua viagem ao litoral.

Afinal, por que fazer uma viagem à Caraíva?

Caraíva é especial por natureza, com aquele estilo de cidade do interior, um vilarejo colorido e cheio de atrativos.

São vários passeios que você pode fazer, dependendo de quantos dias de viagem você planejou para Caraíva.

Engana-se, porém, que o diferencial de Caraíva sejam esses passeios, como o passeio de buggy até o rio Corumbau, a caminhada pela areia da Praia de Satu ou pela ponta da Praia da Barra de Caraíva.

Caraíva é, na verdade, um dos melhores destinos de viagem por causa dos moradores, do clima rústico, do ambiente acolhedor, das cores das casas e das ruas de areia.

É um cenário pacífico, longe da muvuca de outras cidades, perto de um povo que não se prende tanto a horários.

Portanto, já sabe o que fazer em Caraíva, não é? Sorria, anime-se e deixe para trás as suas preocupações. Sinta e viva Caraíva!

E então, gostou do conteúdo? Continue acompanhando o Mala Pronta Salvador, sempre com as melhores informações para você aproveitar a região!

Perguntas e respostas

Quantos dias passar em Caraíva?

Caraíva pode ser um destino muito melhor se você ficar entre 4 a 7 dias por lá. Menos que isso só se Caraíva não for seu único destino de viagem.

Qual melhor época para ir em Caraíva?

Caraíva tem a melhor época durante a primavera e verão. Ainda que a temperatura não sofra grandes variações, ficando em média entre 23u00ba no inverno e máxima de 28u00ba no verão, as pessoas preferem a alta temporada para a viagem.

Como ir pra Caraíva?

Saindo do aeroporto de Porto Seguro, pegue um dos transportes disponíveis, como Uber ou táxi. Depois siga pela BR-367 e a Estrada de Trancoso ou faça o caminho via Arraial Du2019Ajuda (fazendo a travessia de balsa).