O que fazer em Porto Seguro? Os 10 Melhores Passeios e Atrações da Região

Escolher o que fazer em Porto Seguro é um grande desafio. Afinal, a cidade é um ponto turístico muito procurado por turistas do Brasil e do mundo, e oferece uma infinidade de opções para agradar a todos. E, sem dúvidas, ela consegue.

Dessa forma, em Porto Seguro você encontra praias de todo tipo, das agitadas às semi desertas, para curtir com amigos e a família. Barracas, bares e restaurantes servem o melhor da culinária baiana e nordestina, desde petiscos até refeições completas e refinadas.

Além disso, o que não falta são possibilidades para aproveitar as horas da noite confortável desse litoral. Não importa se o seu estilo é de caminhadas tranquilas na areia ou festas e shows noite adentro, Porto Seguro tem o que você precisa.

Se parece muita coisa para escolher não tem. Continue lendo para ver as principais atividades que a cidade possui em suas ruas. Toda a região é sua para explorar e ainda sobrará o suficiente para futuras visitas.

Veja o que fazer em Porto Seguro para aproveitar ao máximo

pontos turísticos de Porto Seguro
Crédito: fabricia correa (Flickr)

Dicas do que fazer em um polo do turismo nacional como Porto Seguro são sempre um desafio.

Afinal, há tantas coisas que inevitavelmente algumas ficarão de fora. Sem contar que, dependendo de quantos dias cada turista pretende ficar na cidade, a lista pode ser grande ou pequena demais.

Além disso, a variedade de atrações agradam públicos muito diferentes. Claro, isto é ótimo, já que gera um guia diverso e que te dará as ferramentas necessárias para construir um roteiro particular e com a sua cara.

Seja como for, listamos abaixo uma série de atrações, passeios e lugares que vale a pena visitar em Porto Seguro e região. Com eles você poderá encher a agenda, do dia à noite.

Crianças e adultos poderão curtir as visitas históricas, atrações fantásticas que parecem ter saído dos livros da escola, e os passeios curiosos. Já para os mais agitados, o que não falta são opções de festas e tours pela região.

1. Entrar em contato com nossa história no Centro Histórico de Porto Seguro

Centro Histórico de Porto Seguro
Crédito: Ana Paula Hirama (Flickr)

Porto Seguro está entre os primeiros lugares avistados pelos portugueses ao chegarem em terras brasileiras.

Apesar de várias localidades serem cogitadas como onde os navegadores colocaram os pés inicialmente, Porto Seguro está definitivamente entre as principais.

E toda esta história e seus desdobramentos são visíveis no Centro Histórico de Porto Seguro. Localizado na cidade alta, aqui é um dos lugares que você deve visitar ao viajar para Porto Seguro.

Um dos principais pontos dessa cidade histórica é o Marco do Descobrimento. Esta estrutura foi trazida pelos portugueses ao Brasil para marcar o encontro destas novas terras. O original é de 1503, substituído em 1506 pelo que está até hoje exposto. É considerado o mais antigo patrimônio histórico brasileiro.

Além disso, uma série de ruas e construções históricas formam essa parte da cidade. Entre os mais antigos você encontra a Igreja de Nossa Senhora da Penha, de 1535, e o Farol de Porto Seguro. Este, inclusive, é um ótimo mirante de onde observar todo o esplendor do mar, as praias e a cidade abaixo.

A Casa de Câmara e Cadeia, construída em 1756, hoje funciona como o Museu de Porto Seguro. Mediante pagamento de entrada, os turistas podem ver em primeira mão peças que contam a história do Brasil, sua tradição e berço indígena, a colonização portuguesa e mais.

Dessa forma, como um dos principais pontos turísticos de Porto Seguro e da Bahia, o Centro Histórico é um ótimo ponto de partida para suas aventuras na região.

Aqui, você entrará em contato direto com a formação do nosso país e levará para sempre o conhecimento, além de todas as belas imagens e cenários.

Para chegar aqui você pode contatar agência de turismos, que organizam passeios em grupo com guias, ou seguir pelas escadarias a partir do Trevo do Cabral.

2. Curtir a Passarela do Descobrimento

Passarela do Descobrimento
Crédito: Porto Seguro (Flickr)

Umas das ruas mais famosas de Porto Seguro é a Passarela do Descobrimento, muito conhecida também como Passarela do Álcool. E não à toa, pois aqui realmente brilha durante a noite, quando se enche de mesas de bares e restaurantes que servem drinks e comidas diversas.

Muito frequentada por quem gosta de uma agitação noturna, os drinks que deram apelido à passarela são vários. O mais famoso deles é o Capeta. Feito com vodka, leite condensado, pó de guaraná e outros ingredientes, por exemplo, essa bebida é perfeita para quem tem coragem de provar e quer aquele pique extra.

Claro que as opções não são apenas essas. Para os mais tranquilos existem muitos lugares onde tomar uma cerveja, suco ou outras bebidas sem álcool.

Além disso, comida é o que não falta. São petiscos e pratos típicos em barracas, até refeições completas. Tudo inspirado no que tem de melhor na comida baiana e nordestina.

Para completar o passeio, permeiam a rua diversas barracas e lojas de artesanato. Nelas você encontra todo tipo de trabalho manual e artístico, feito por artesãos locais.

De fato, artigos lindos, com estéticas únicas, ou lembrancinhas divertidas e curiosas, por exemplo, podem ser adquiridas para você ou como presente.

Localizada na Avenida Passarela do Álcool, a Passarela do Descobrimento é fácil de chegar e seu movimento começa às 18h.

3. Viajar no tempo no Memorial da Epopéia do Descobrimento

Memorial Epopéia do Descobrimento
Crédito: Andre Silva (Flickr)

Para quem quer entrar ainda mais na história do Brasil, o Memorial da Epopéia do Descobrimento é o lugar. Este passeio te leva para uma viagem fantástica pelo descobrimento, com guias locais que compartilham todo o seu conhecimento.

Aqui você aprenderá mais sobre a chegada dos portugueses no Brasil, os primeiros anos da colonização, a cultura dos povos indígenas que aqui viviam e vivem e mais.

Além disso, existe ainda um museu com belas peças e imagens mostrando marinheiros que participaram das primeiras expedições para cá e como era a vida nos navios.

Não apenas isso, mas para crianças, curiosos e entusiastas de plantão o principal está por vir. Pois no Memorial tem uma réplica em tamanho real de uma Caravela Nau Capitânia portuguesa!

Este item maravilhoso é idêntico à embarcação utilizada por Pedro Álvares Cabral e sua tripulação. Ela possui 35 metros de comprimento, 7 de altura e incríveis 27 metros de altura no mastro principal.

O melhor? É possível entrar no navio e ver de perto todas suas estruturas. O mastro e as velas, portinholas de canhões, salas internas e quarto do capitão. Uma verdadeira viagem no tempo!

O Memorial da Epopéia do Descobrimento fica na Avenida Beira Mar, número 800. Está aberto de segunda a sábado em horários diversos e cobra ingresso para entrada.

4. Se maravilhar com as baleias

Baleias em Porto Seguro
Crédito: Caio Schiavo (Flickr)

Caso tenha viajado para Porto Seguro entre os meses de julho e outubro é possível que consiga observar baleias jubarte em alto mar. Isso porque é nesta época que elas deixam as águas frias do Atlântico para as mais quentes daqui.

Estes mamíferos marinhos belíssimos estão entre os maiores do planeta. As baleias jubarte chegam a 16 metros de comprimento, passando facilmente das 30 toneladas. Durante o seu nado elas ficam em grupos familiares e, ocasionalmente,  vêm à superfície para respirar.

Isto dá as condições perfeitas para que passeios turísticos com a finalidade de observá-las sejam ofertados em Porto Seguro. Basta entrar em contato com alguma das empresas que oferecem o tour e torcer para que as baleias deem o seu melhor show.

Uma ótima parte dessa atração é a presença de especialistas da área, que explicam ao longo dela o comportamento das baleias, seu estilo de vida, curiosidades e mais. Isso dá a cada observação um sabor a mais e aquela vontade de aprender sobre estas incríveis criaturas.

Por começar no finalzinho da alta temporada do meio de ano, observar as baleias é um grande fator para quem considera viajar a Porto Seguro na baixa temporada.

5. Conhecer o Parque Marinho de Recife de Fora

Parque Marinho de Recife de Fora
Crédito: Marcio Bianchi (Flickr)

Pertinho da costa de Porto Seguro está um dos maiores santuários de vida marinha do Brasil. Recife de Fora é um parque marinho com 17 quilômetros quadrados de área de proteção ambiental.

Para fins turísticos tem uma pequena parte dessa área aberta para visitação. É possível contratar o passeio e conhecer os incríveis recifes de corais multicoloridos. Aqui existem todas as espécies de corais do Brasil. Entre eles andam e vivem diversos animais, como peixes, arraias, ouriços do mar e crustáceos.

Em dias de sorte é possível que apareçam tartarugas marinhas e golfinhos. Estes nadam pelo mar e podem ser vistos durante a jornada de barco.

Nos corais se formam piscinas naturais belíssimas, onde é possível nadar e mergulhar. As fotos aqui ficam incríveis, tanto utilizando o mar em seu horizonte infinito com o céu como tela, ou no fundo do mar entre os tons variados dos corais.

Mergulhos com máscaras snorkel podem ser feitos por qualquer um que queira se aventurar um pouco. Para os mais radicais é possível ir mais fundo com o uso de cilindros de oxigênio.

Todo o passeio é acompanhado por especialistas e guias, que contam sobre a reserva, a vida marinha e curiosidades biológicas. Tudo isso a fim de incentivar e conscientizar visitantes a respeito da necessidade de preservar a natureza e, principalmente, os corais.

As viagens até Recife de fora são feitas durante a maré baixa. Para tal basta contratar uma das empresas que oferecem o serviço. Mergulho é uma atração à parte.

6. Entrar em contato com a cultura indígena na Reserva Indígena da Jaqueira

Reserva da Jaqueira
Crédito: Paola Carmello (Flickr)

Os índios Pataxós são um dos povos originários do Brasil e do litoral do que hoje é o estado da Bahia. Na Reserva da Jaqueira, as mais de 30 famílias mantêm viva a cultura deste povo.

Durante a visita você aprenderá bastante sobre os pataxós, suas tradições, modo de vida e relação com a natureza. O passeio envolve uma caminhada pela mata, explicações feitas por guias pataxós, amostras de rituais e costumes indígenas e mais.

Muitos dos índios presentes se trajam em vestimentas tradicionais, inclusive com pinturas corporais. O idioma patxohã ainda é falado e passado para as novas gerações. Tudo isso para mostrar a riqueza cultural presente nestes povos e o quanto há para aprender sobre quem originalmente viveu aqui.

Para quem for mais animado e quiser experimentar algumas coisas, os índios fazem pinturas tradicionais nos turistas. Também há a possibilidade de comer no local, com destaque para o peixe na folha de patioba.

Para fazer a visita, é preciso entrar em contato com agências que oferecem-na.

7. Aproveitar as praias para todos os gostos

Quem vai para Porto Seguro com certeza tem como foco as praias. Afinal, é impossível não ir para um dos litorais mais procurados do Brasil se não for para curtir as areias e o mar.

Com uma diversidade incrível de praias, Porto Seguro é o lugar perfeito para quem busca movimento e energia, sossego e tranquilidade, ou uma mistura equilibrada dos dois.

Por mais que a maioria das pessoas pense em viagens agitadas, axé e movimento ao viajar para Bahia, saiba que não só disso vivem suas praias. Claro, tem bastante para quem gosta. Mas não faltam alternativas.

Como são muitas praias, que merecem um post inteiro para elas, listamos abaixo algumas das principais e que oferecem estilos únicos entre si. Porém, vale destacar outras como a Praia de Mundaí e a Praia do Espelho.

Praia de Taperapuã

Praia de Taperapuã
Crédito: Antonio Carlos Bohnke (Flickr)

Taperapuã é uma praia de águas mornas tranquilas e uma ótima faixa de areia para quem quer passar o dia. Pertinho da cidade, aqui existem várias barracas onde comer e beber o que quiser, além dos tradicionais ambulantes que vendem todo tipo de coisa.

Mas  a principal atração desta praia são os estabelecimentos Tôa Tôa e Axé Moi. Estes dois oferecem shows de música e dança durante o dia, tudo para agitar turistas e colocar pessoas de todas as idades para mexer.

Sem dúvidas é a praia perfeita para quem veio a Porto para cair na farra, curtir a música local e terminar o dia com a sensação de que aproveitou ao máximo. Naturalmente ela é mais movimentada, com muitas famílias, jovens e visitantes diversos.

Praia do Mutá

Praia do Mutá
Crédito: YaaYoo Marketing Digital (Flickr)

Em contraste com Taperapuã temos a Praia do Mutá, um destino tranquilo e mais quieto. As areias aqui são mais vazias, com menos gente, e perfeitas para relaxar com o som do mar ou ler um livro.

Existem várias barracas que servem comida, petiscos e bebidas. Nenhuma tem mega atrações como as citadas na praia anterior, mas são ótimas e com serviços de qualidade à beira-mar.

A Praia do Mutá fica na divisa entre Porto Seguro e Santa Cruz de Cabrália.

Praia de Ponta Grande

Praia de Ponta Grande
Crédito: Olho D Vidro (Flickr)

Ponta grande é uma ótima praia que vale a visita para aqueles que querem belas paisagens, contato com a natureza, mas não abrem mão de uma boa infraestrutura. Localizada no litoral norte de Porto Seguro, ela conta com barracas e restaurantes baratos diversos, com todo tipo de opção.

O destaque fica com as piscinas naturais que se formam aqui, principalmente na maré baixa. Toda a vegetação presente no continente complementa o cenário, com ótimas opções onde caminhar, tirar algumas belas fotos e apenas relaxar durante o dia.

8. Visitar Santa Cruz de Cabrália

Centro Histórico de Santa Cruz Cabrália
Crédito: Mônica (Flickr)

Ir à Santa Cruz de Cabrália é um passeio bem tradicional para quem viaja a Porto Seguro. Os dois municípios ficam bem próximos, a cerca de 23 quilômetros um do outro. É possível ir de carro ou mesmo de ônibus intermunicipal, cuja passagem custa R$4,10.

Em Santa Cruz de Cabrália, considerado o lugar onde os portugueses primeiro desembarcaram, você tem contato com mais da nossa história. Por exemplo, aqui está localizada a cruz em homenagem à primeira missa rezada em terras brasileiras.

Esta cruz fica na praia de Coroa Vermelha, uma das mais conhecidas da região e muito visitada por turistas. Elas possuem águas tranquilas e piscinas naturais na maré baixa, o que atrai muitas famílias com crianças. As águas esverdeadas e a bela faixa de areia completam o cenário paradisíaco.

9. Se jogar na vida noturna

Porto Seguro a noite
Crédito: Gabriel F Carvalho (Flickr)

Nem só de Sol e calor são feitas as atrações de Porto Seguro. Pelo contrário, a vida noturna na cidade é movimentada, cheia de opções e com muitas opções para curtir.

Com temperaturas agradáveis mesmo durante a noite, muitas vezes você nem precisará se preocupar com agasalhos e poderá sair com roupas leves.

Para quem fez tudo o que podia durante o dia e quer apenas relaxar, nada melhor que uma caminhada leve pela areia, sentindo a brisa noturna e o ar mais fresco. O som das ondas ajuda a construir o clima e as praias próximas dos hotéis e pousadas são perfeitas para isso.

Já para quem quer festa e agitação, as barracas de praia e restaurantes ficam, em sua maioria, abertos até tarde da noite. Algumas, como as famosas barracas de Taperapuã, possuem agendas de shows e festas que vão de noite adentro.

A Passarela do Descobrimento, ou Passarela do Álcool, também é point conhecido da vida noturna de Porto Seguro. Os diversos bares e barracas daqui servem drinks e comidas junto com muita animação.

Outra coisa que não falta são casas de festas, boates e estabelecimentos com música ao vivo e dança nas noites de Porto. Tem para todos os estilos e gostos, basta procurar um pouco e você achará algo que te agrade.

A Ilha dos Aquários, entre Porto Seguro e Arraial d’Ajuda, possui várias atrações como bares, festas e shows musicais. Para chegar basta pegar uma balsa e escolher o que achar melhor.

Horários de funcionamento e capacidade de clientes podem ser afetados pelas restrições impostas durante a pandemia de COVID-19. Por isso, sempre consulte o estabelecimento para saber horários e outras informações.

10. Fazer um bate e volta em lugares próximos

Um dos grandes integrantes dos roteiros de viagem é o “bate e volta”. Aquela visita rápida, de um dia, para algum lugar próximo a fim de conhecer as atrações locais, ver coisas diferentes e, quem sabe, ter um novo destino para uma próxima viagem.

Turistas que vão à Porto Seguro têm para si ótimas opções de vilarejos e municípios próximos. As viagens são rápidas, e algumas reservam aventuras divertidas, como viagens de barco ou balsa.

Além disso, cada localidade tem suas praias únicas, com belezas próprias e muito a ser admirado. Como em geral são cidades menores, carregam em suas construções e estabelecimentos muita tradição e aquele gostinho de interior. Ótimo para ver algo diferente do centro turístico badalado que é Porto Seguro.

Entre os destinos mais procurados para um bate e volta partindo de Porto Seguro podemos destacar os listados abaixo.

Arraial d’Ajuda

melhores praias de Arraial D'Ajuda
Crédito: André Ferreira (Flickr)

Distrito de Porto Seguro, Arraial d’Ajuda tem muito a oferecer apesar do pequeno tamanho. Suas praias não são tão movimentadas quanto as de Porto Seguro e, em geral, são mais difíceis de alcançar.

Boa parte exige certo tempo de caminhada e disposição para subir e descer algumas ladeiras. No entanto, sempre vale a pena visitá-las pelos cenários paradisíacos. Elas possuem barracas na areia para servir os visitantes, então não tem com o que se preocupar caso bata aquela fome depois da caminhada.

A cidade em si possui algumas ruas famosas, como a Rua do Mucugê. Conhecida por seus bares e restaurantes que agitam as noites na cidade, essa rua é considerada uma das mais charmosas do Brasil.

Outras, como a Largo d’Ajuda, que abriga a Igreja Matriz Nossa Senhora d’Ajuda, são ótimas opções para caminhar durante o dia e admirar a arquitetura local.

Atrações noturnas do distrito são destaque, com muitas opções e, inclusive, um tour especial chamado “by night em Arraial”. É a mistura perfeita do sossego da pequena cidade com badalação de centro turístico.

Para quem estiver animado e quiser passar uma ou mais noites aqui, o que não faltam são opções de hospedagem. Desde as mais baratas até as de luxo, no centro ou próximo às praias, mais uma vez só depende do seu estilo.

Trancoso

Trancoso
Crédito: Tabajara (Flickr)

Trancoso é outro distrito de Porto Seguro muito procurado por turistas. Se assemelha ao Arraial d’Ajuda e possui certo agito noturno, mas é um pouco mais rústico e reservado.

Graças a essa certa exclusividade do local, os preços tendem a ser um pouco mais altos. É comum os estabelecimentos nas praias terem consumação mínima, e muitos restaurantes finos existem nas casinhas simples e coloridas, gerando um contraste interessante.

A cidade em si possui rua simples, de paralelepípedos, terra e areia, e as praias são acessadas por trilhas similares. Apesar disso, não faltam opções de hospedagem para quem quiser dedicar alguns dias a curtir o lugar.

Caraíva

o que fazer em Caraíva
Crédito: Rui Britto (Flickr)

Por fim, Caraíva é o lugar perfeito para quem quer fugir das cidades. Essa comunidade possui casas simples, ruas de areia, mas muito charme e receptividade.

Este é um destino ainda mais difícil de alcançar, apenas de canoa, e dificilmente você conseguirá um bom sinal de telefone aqui. Isso serve para ilustrar o que se espera de Caraíva. É, de fato, entrar no interior da Bahia e buscar o isolamento máximo.

Apesar disso, não faltam opções para curtir. Existe aqui uma vida noturna até agitada, com shows ao vivo e festas com dança, principalmente o forró. Pelas ruas não passam carros ou buggies, o que garante caminhadas tranquilas mesmo pela cidade.

Também não faltam opções de estalagem em Caraíva, mas elas possuem uma média de preços ainda mais alta que as demais.

Agora que você já sabe tudo sobre o que fazer em Porto Seguro, continue acompanhando todo o conteúdo especial que preparamos para você sempre aqui no Mala Pronta Salvador.