Recife de Fora: Conheça tudo sobre esse paraíso

Um dos pontos turísticos mais famosos do litoral brasileiro é o Parque Marinho Recife de Fora. Esta reserva, localizada próxima à Porto Seguro – BA, é um paraíso natural com uma diversidade de vida marinha incrível e espetáculos surpreendentes .

Com uma área total de 17km², Recife de Fora tem como principal objetivo a preservação destes recifes de corais famosos no mundo todo. Aqui existem quase todas as espécies de corais encontrados no mundo.

Estes abrigam muitos animais e são ponto de encontro e passagem de outros, aumentando ainda mais a importância biológica do local. Inclusive, para visitantes sortudos, pode ser que baleias, golfinhos e tartarugas estejam presentes e deem seu show.

Além disso, um cenário de cartão postal, de encher os olhos, é o que você encontrará aqui. A viagem pelo mar é empolgante, e a paz encontrada entre as formações de corais e piscinas naturais é rejuvenescedora.

Um passeio cheio de encantos e conteúdo, Recife de Fora pode ser aquela opção que faltava em seu roteiro. Confira no texto tudo o que essa jornada oferece e entenda porque vale a pena visitar Recife de Fora.

Onde fica e como chegar em Recife de Fora?

Recife de Fora
Crédito: Ronaldo (Flickr)

O Parque Marinho Recife de Fora é uma reserva ecológica que fica em mar aberto, ainda em território brasileiro. A 9 km do centro de Porto Seguro, a única forma de chegar ao parque é por viagem marítima com o uso de barco, balsa ou lancha.

Este trajeto é feito por embarcações de agências de turismo legalizadas, que cumprem todas as normas para levar turistas até lá. Isto é importante, pois é preciso garantir a segurança de todos durante a navegação, e também todas as medidas de preservação da natureza.

Para ir nesta jornada, basta entrar em contato com alguma dessas agências e empresas que fazem o trajeto. Os valores são entre R$90,00 e R$170,00 e podem incluir ou não a taxa de preservação cobrada pela Prefeitura de Porto Seguro, que é de R$15,00.

Boa parte dos hotéis oferece algum tipo de suporte ao passeio, seja intermediando seu contato com alguma empresa ou mesmo oferecendo pacotes e promoções próprias. Por isso, busque a recepção de onde estiver para mais informações.

A visita a Recife de Fora dura entre 45 minutos e 1 hora. Durante a viagem, você tem uma vista privilegiada da orla de Porto Seguro e, ao chegar no recife de coral, poderá nadar e, caso deseje, mergulhar em diferentes profundidades com equipamentos especializados.

O que fazer em Recife de Fora?

Dos 17 km² que formam o gigantesco recife do parque marinho, cerca de 3% é acessível para turistas. Tal restrição existe pelo fato desta ser uma área de conservação, onde o turismo é mantido como forma de incentivar o conhecimento e cuidado com a natureza, e também arrecadar fundos para manutenção.

Apesar disso, essa área liberada já é o suficiente para dar uma amostra de todas as maravilhas existentes no lugar. O passeio de uma hora é recheado de conteúdo, onde pessoas de todas as idades poderão curtir e se divertir de formas diferentes.

Existem opções para os  mais conectados à natureza, os mais radicais ou quem só quer ver paisagens bonitas. Confira abaixo tudo que há para fazer enquanto estiver em Recife de Fora.

1. Mergulhar entre os corais

Mergulhar entre corais
Crédito: K P (Flickr)

Sem dúvida, a principal atração em Recife de Fora são os corais que o formam. São quilômetros e quilômetros de corais, que compõem o terceiro maior centro de biodiversidade marinha brasileira.

Aqui a água é cristalina, permitindo que, mesmo fora da superfície, você consiga enxergar o show multicolorido. São 16 espécies de corais diferentes, algumas das mais raras do mundo.

Em meio aos corais, todo tipo de vida marinha convive em harmonia, em um verdadeiro show da natureza.

Tudo fica ainda melhor se você decidir mergulhar e ver bem de perto as formações de corais. São formas biológicas magníficas, que intrigam o pensamento e maravilham a vista.

Existem duas opções de mergulho. A mais simples, com mergulhos rasos, é feita com uso de máscara snorkel. São perfeitos para todo tipo de pessoa e permitem a observação privilegiada de dentro da água.

Por outro lado, para quem tem condições e um espírito mais aventureiro, mergulhar com o uso de cilindro de oxigênio é o máximo. Estes são mais profundos e te dão a oportunidade de ver os corais e a vida aqui presente por ângulos incríveis.

2. Observar criaturas belas e raras

Observar criaturas belas e raras
Crédito: Charliemoon_ar (Flickr)

Se não bastasse a beleza dos corais, eles ainda servem de moradia para uma diversidade biológica incrível. Os recifes de corais são verdadeiros lares para a vida marinha, protegendo e acomodando muitos animais.

Durante os mergulhos você poderá nadar entre uma variedade incrível de peixes, como o cação viola, o cioba e o mero, observar esponjas, ouriços do mar, pepinos do mar e crustáceos.

Quem estiver com sorte, poderá ver um show apresentado por aparições raras. Golfinhos, tartarugas e baleias jubarte passam pela região e podem dar o ar da graça. Portanto, conte com a sorte e esteja preparado para o evento.

3. Entrar em contato com a natureza

Entrar em contato com a natureza
Crédito: Marcos Vinicius (Flickr)

Durante a maré baixa, quando o passeio é preferencialmente feito, o cenário formado é de tirar o fôlego. 

Além dos corais e da vida animal, que são prato cheio para qualquer turista, forma-se em Recife de Fora algumas piscinas naturais, de água cristalina.

É possível se banhar e mergulhar numa piscina natural destas. Mesmo para quem não queira entrar por completo na água, de fora dela é possível observar os peixes nadando entre os corais.

Nada melhor que sentir o calor do sol e boiar na água azul deste paraíso. Depois da experiência, ficará com todas as energias renovadas para continuar curtindo sua viagem.

4. Conhecer mais sobre a fauna e flora marítima brasileira

Flaura e flora marítima brasileira
Crédito: Vitor Leonardo Mendes (Flickr)

Por ser um parque marinho, com objetivo de preservação e educação, o passeio por Recife de Fora conta com a presença de especialistas no assunto. 

Ao longo da viagem, estes compartilham informações, curiosidades e tiram dúvidas a respeito da biologia e geografia marinha.

Isto é feito com o objetivo de não apenas entreter visitantes, mas também os conscientizar sobre um turismo ecológico e a necessidade de preservação. 

Ambientes como recifes de corais são muito sensíveis. Consequentemente, são altamente afetados pela mudança climática e rapidamente estão sendo ameaçados, ou simplesmente desaparecendo.

Junto dos corais desaparecem também as condições e espaços criados por eles que permitem tantas espécies fazerem moradia. Gera-se, assim, um efeito dominó, resultado da diminuição populacional e extinção de animais e plantas essenciais para a vida marinha.

Por isso, o trabalho feito no Parque Marinho Recife de Fora é importante para mostrar como é possível equilibrar turismo e ecologia. É uma viagem de belezas, mas também muito conhecimento.

5. Tirar belas fotos

Recife de Fora
Crédito: Paulo Takarada (Flickr)

Como não poderia deixar de ser, Recife de Fora é o lugar perfeito para renovar seus álbuns de fotos. Do início ao fim, o que não falta são paisagens magníficas, show de luzes e cores entre o sol e os corais, e cenário onde posar para selfies.

É importante lembrar que, preferencialmente, tenha em mãos câmeras resistentes à água. Por mais que não vá tirar fotos durante um mergulho, é recomendado tal equipamento pois, estando em mar aberto, há muitas chances de que entre em contato com água.

Para quem não possui câmeras especiais assim, é possível comprar  ou alugar proteções, permitindo que qualquer um seja usado para fotos. Outra opção é pagar pelas fotos feitas por fotógrafos profissionais que acompanham o passeio. Você pode recebê-las de maneira digital ou mandar imprimir.

Seja como for, não perca a oportunidade de registrar para sempre esses momentos incríveis. E não se esqueça de contar com ajuda dos peixes para formar aquele quadro ideal durante um mergulho.

Vale a pena ir para Recife de Fora?

Estabelecer o quanto vale a pena um passeio sempre depende dos seus objetivos, claro. Fato é que conhecer Recife de Fora é uma experiência única na costa de Porto Seguro.

Observar o esplendor dos recifes e a natureza viva entre os corais é prato cheio para quem ama se conectar com a natureza. Junto às explicações dadas pelos guias esta torna-se uma viagem obrigatória para turistas com sede de conhecimento.

Para quem gosta de fotos com cenários e paisagens paradisíacas, aqui também é o lugar. Nada melhor que utilizar os corais de moldura, tirar aquela foto divertida durante um mergulho ou com uma composição perfeita em alto mar.

Por fim, se seu objetivo é simplesmente relaxar por algumas horas, nada melhor que se banhar nas águas claras de Recife de Fora. Depois de aproveitar os momentos aqui, estará pronto para o que der e vier.

Portanto, pode-se dizer que sim, vale muito a pena ir para Recife de Fora. O passeio é completo e contribui para a manutenção da natureza brasileira.

Dicas para o passeio em Recife de Fora

Dicas para o passeio em Recife de Fora
Crédito: Fernando Carvalho (Flickr)

Quando for visitar o Parque Ecológico de Recife de Fora, é importante ficar atento em alguns pontos. Existem algumas particularidades do passeio, mas também pontos comuns entre a visita a qualquer praia.

1. Vá durante a maré baixa e de manhã

Se você puder e as condições climáticas forem ideais, opte por visitar Recife de Fora durante a maré baixa. Nestes momentos, as piscinas naturais ficam perfeitas e você poderá aproveitar tudo o que tem no lugar. Durante a maré alta, o passeio não costuma acontecer, já que o mar fica mais agitado.

Outra dica é fazer a jornada no horário da manhã. Partindo bem cedinho, você poderá aproveitar o sol matinal. O calor é brando e muito confortável, o que deixa a natação perfeita e contribui para evitar queimaduras.

2. Se proteja do sol

Não dá para exagerar a necessidade de proteção contra os raios solares. Mesmo que vá durante horas mais favoráveis, ainda é muito importante tomar os cuidados. Passe protetor solar nos intervalos regulares, use óculos de sol e chapéus para ajudar.

Para crianças ou pessoas com pele sensível, essa atenção deve ser redobrada. Lembre-se de comprar os produtos com intensidade recomendada. 

Leve consigo roupas de mangas longas de tecidos finos, confortáveis e que podem molhar, como algodão. Estes podem servir para proteger ainda mais sem atrapalhar a natação.

3. Prepare-se para a viagem de barco

Recife de Fora
Crédito: Marcelo Reinando Soares (Flickr)

Transportes marítimos são famosos pela sua turbulência, principalmente ao saltarem ondas e ficarem ao sabor da maré. Muitas pessoas sentem enjoos, o que é normal. No entanto, estes podem ser mais intensos, casos em que pode ser preocupante.

Para o caso de você ser alguém mais suscetível a isso, ou esteja com receios, se prepare para a viagem. Leve medicamentos se precisar e sempre comunique seu estado durante a jornada, principalmente caso sinta algo mais intenso.

Perguntas e respostas 

O que fazer em Recife de Fora?

Ao chegar em Recife de Fora, visitantes podem nadar na água, inclusive em piscinas naturais formadas entre os corais. Também é possível fazer mergulhos, rasos e profundos, e observar a vida marinha.

Como chegar a Recife de Fora?

Para chegar em Recife de Fora, é preciso contratar algum serviço que faça o transporte de turistas por barco, balsa ou lancha. Estes podem ser encontrados em Porto Seguro, de cujo porto partem as viagens.